Banco Central Paraguaio estima crescimento do PIB em 3,5% em 2016

André Darugna Economía Tags:
0

O BCP (Banco Central del Paraguay) emitiu um documento no qual assinala que a estimativa de crescimento no país em 2016 passa de 3 para 3,5%, podendo fechar o ano com um crescimento ainda maior em razão do ótimo desenvolvimento em setores como a agricultura, energia e o da construção civil.

Dessa forma o Paraguai se posiciona entre os países da região com maior projeção de crescimento no ano, contrariando o clima de crise financeira que se vive em países como o Brasil, com encolhimento de 3,8% (fonte IBGE) e Venezuela, com uma queda estimada de 8% no PIB (fonte FMI).

Diretores do banco central paraguaio afirmam que a estimativa de crescimento se deve a assuntos internos, como as boas colheitas no setor agrícola, mas também em razão de pontos externos, como uma melhora na cotação de seus produtos no âmbito internacional.

grafico-paraguay-pib2016

A estimativa positiva pode ser percebida em quase todos os setores da economia do país, onde se destaca o setor primário, com um crescimento de 3,1% no agronegócio, com um maior volume de venda de produtos originários do corte de bovinos – comenta César Rojas, chefe da División Análisis del Sector Real.

Já o setor secundário apresenta um maior crescimento neste ano, ajudando a turbinar o PIB com uma expansão de 6,4%, graças aos avanços na produção, construção civil, geração de energia elétrica e água potável.

Dessa forma a economia paraguaia se mostra muito favorável para o recebimento de investimento estrangeiro, com um importante destaque aos agronegócios, principalmente no que diz respeito ao bovino, com um crescimento esperado de 2,2% e recentes negociações com novos mercados internacionais.

Outros setores que estão ajudando no crescimento da indústria paraguaia são o das bebidas, tabaco, pães, couros, calçados e materiais de construção, que permitem uma expectativa de crescimento ainda maior até o final do ano.

Miguel Mora, economista chefe do Banco Central del Paraguay, afirma que o contrabando no país está decrescendo, graças ao reajuste dos preços na Argentina, o que favorece a industria paraguaia, fortalecendo alguns ramos como o comércio de fronteira. Já pode ser observado um grande crescimento no número de cidadãos argentinos que cruzam diariamente em busca de preços mais competitivos no lado paraguaio.

Porém, o grande responsável pelo crescimento do PIB no Paraguai é sem dúvidas o setor da construção civil, com um crescimento projetado de 8%, e perspectiva de continuar crescendo com a execução de novas obras públicas e sobre tudo, novos empreendimentos de capital privado, como a construção de novos hotéis e edifícios empresariais.

Com um crescimento igual a zero, vemos ao setor do comércio, que vem se recuperando de uma expectativa de queda de 1,8%. O responsável pela diminuição das ventas pode ser a crise brasileira, que reflete em baixa no comércio de fronteira, principalmente em Ciudad del Este, Ponta Pora y Salto del Guairá.

Outro setor que apresenta baixa é o das comunicações, com uma queda de 2,5%. É preciso entender que este setor está em baixa a nivel mundial, graças ao surgimento das novas tecnologias que substituem as tradicionais chamadas e SMS, com aplicativos de uso popular como WhatsApp e Facebook.


Assessoramento jurídico no Paraguai

Falamos seu idioma, contacte com nossa equipe e obtenha consultoria integral para assuntos relacionados a investimento, abertura de empresas, direito empresarial, direito imigratório e demais assuntos jurídicos.
contacto@loreiroyasociados.com


Conte-nos sua necessidade

Será um prazer lhe ajudar nas questões relacionadas ao direito no Paraguai. Temos ampla experiência em direito imigratório, investimento e abertura de empresas estrangeiras em nosso país, direito cível, trabalhista, penal, entre outras especialidades do direito.

+ 595 (981) 168 368 (celular / whatsapp)
+ 595 (21) 308 160 (fixo)
+ 595 (21) 308 444 (fixo)
Av. Perón, 2928. Asunción, Paraguay.
contacto@loreiroyasociados.com